Dumont Contabilidade, Contabilidade Digital, Contabilidade em Toledo
Blog
ecommerce

Veja todos os Requisitos e como abrir uma Empresa de e-commerce

Veja tudo que é necessário para abrir uma empresa no e-commerce

Um guia passo a passo com o que você precisa saber para abrir um negócio de e-commerce de foram correta e ter sucesso

Você está procurando começar seu próprio negócio de comércio eletrônico, mas não sabe por onde começar? Você está no lugar certo!

Iniciar um negócio on-line pode ser assustador, mas quando você o divide em partes gerenciáveis, ele se torna muito mais realizável.  Este artigo irá guiá-lo através dos princípios básicos da criação de um negócio de comércio eletrônico.

Com a orientação e preparação certa, você pode colocar seu negócio em funcionamento num piscar de olhos. Então, vamos começar!

Como abrir uma empresa de e-commerce?

Antes de concluir para colocar seu negócio na internet, é essencial considerar e fazer uma lista dos elementos mais importantes. Aqui está o que eles são:

 1. Definindo seu plano de negócios

Antes mesmo de começar a implementar qualquer uma das estratégias deste guia, você vai querer definir seu plano de negócios e definir alguns aspectos em seu negócio.

Lembre-se, vender itens em uma loja física não é comparável a oferecer itens em uma loja on-line. O preço deve ser pensado e considerado de forma especial. Há inúmeros elementos adicionais a serem considerados quando se vende na web, tais como o dinheiro envolvido na hospedagem do site, a comissão cobrada pela plataforma de pagamento, o tempo gasto para que o dinheiro seja creditado em sua conta, as despesas incorridas com a agência de navegação e outras coisas do gênero. Isto não significa que a negociação através da Internet seja mais cara do que a venda em uma loja física. São simplesmente despesas e mecanismos diferentes, então, o planejamento é essencial para saber como trilhar os melhores caminhos neste mundo.

Para começar, você deve decidir que itens gostaria de oferecer em sua loja online. Isto inclui a determinação do produto, do nicho e dos clientes pretendidos. Em seguida, você pode procurar os fornecedores ideais para sua empresa, encontrar um nome adequado para sua marca, levar em conta o aspecto logístico e iniciar o desenvolvimento da plataforma de comércio eletrônico.

 2. Escolhendo a plataforma certa de comércio eletrônico

Ao construir um site de comércio eletrônico, a seleção da plataforma é uma decisão essencial que deve ser feita com ampla pesquisa e análise das características e valores disponíveis. Ao olhar o que uma plataforma oferece, contemple as características que ela apresenta e reconheça quais poderiam ser essenciais para seu negócio nos próximos meses. Isto impedirá a necessidade de ter que se transferir para outra plataforma.

 3. Registre seu domínio

Quando você está criando um negócio de comércio eletrônico, o registro de um domínio é necessário, pois ele é comparável ao endereço do site. É melhor escolher um domínio .com ou .com.br para trazer uma aparência profissional para o negócio. Mesmo que o preço do registro não seja uma grande despesa para a empresa, ele tem um enorme impacto na percepção do público.

 4. Configurando o sistema de processamento de pagamentos de sua loja

Ao configurar o processamento de pagamento para sua loja de comércio eletrônico, você vai querer ter certeza de escolher uma solução que se integrará à sua plataforma de comércio eletrônico escolhida. Isto permitirá que seus clientes comprem seus produtos com segurança e facilidade.

 5. Construindo o website de sua loja

Ao construir o site de sua loja de comércio eletrônico, há algumas coisas que você vai querer ter em mente. Tenha  uma página de produtos de alta qualidade que efetivamente venda seus produtos. Você também vai querer ter certeza de que sua página inicial tenha todas as informações que um visitante pela primeira vez precisaria para tomar uma decisão de compra.

Para garantir que sua loja de comércio eletrônico seja encontrada pelos clientes, você deve otimizar seu site para o ranking dos mecanismos de busca. Para isso, seu site deve ser construído com as melhores práticas de SEO em mente.

 6. Faça o cadastro dos seus produtos

Embora este passo possa parecer simples, ele tem que ser executado com uma cabeça nivelada e de maneira bem pensada. Sem o benefício do atendimento ao cliente presencial, o registro do produto deve ser feito de forma completa, com fotos que mostram todas as características do bem e com descrições minuciosas que incluam medidas, instruções de uso, e assim por diante.

 7. Promovendo sua loja de comércio eletrônico

Ao promover sua loja de comércio eletrônico, é preciso se certificar de que está alcançando o público certo. Você pode fazer isso estabelecendo uma estratégia de marketing de mídia social. Você também pode alcançar novos clientes criando e anunciando através de anúncios pagos, tais como Google AdWords ou Anúncios no Facebook. Outra ótima maneira de promover sua loja de comércio eletrônico é através de marketing de conteúdo, tais como blogs e campanhas de e-mail marketing.

8. Entenda sobre a logística

As operações de logística de comércio eletrônico têm características distintivas. Como os clientes não podem ir até a loja para obter o produto, eles antecipam tê-lo entregue no endereço fornecido. Assim, é essencial buscar maneiras de aprimorar suas práticas logísticas.

Uma pesquisa do Sebrae revelou que, entre as principais dificuldades de supervisão de uma loja on-line, a logística foi citada como os dois principais gargalos encontrados no funcionamento do comércio digital.

 9. Legalize seu e-commerce

Esse é um dos passos mais importantes para que você tenha sucesso por muito tempo em sua empresa.

Com uma empresa legalizada você poderá obter melhores condições das organizações bancárias; criar contas; e assegurar acordos de compra e pagamento mais vantajosos com os fornecedores. Além disso, você deve cumprir as leis tributárias brasileiras, que exigem que seu comércio eletrônico seja legitimado, evitando-se assim qualquer problema com as entidades controladoras, parando multas ou quaisquer outras penalidades.

Os processos de legalização de um e-commerce incluem:

  • Registro da empresa nos órgãos competentes ;
  • Cadastro do CNPJ da empresa;
  • Registro do nome marca;
  • Registro do site;
  • Autorização para emissão de nota fiscal.

Todos esse processo pode ser facilmente feito com o apoio especializado de uma contabilidade.

Uma vez concluídas todas estas tarefas, você pode relaxar e concentrar-se no desenvolvimento de sua marca e na obtenção de mais sucesso.

Portanto, tome as medidas necessárias imediatamente e faça-o da maneira mais segura e econômica possível! Chegue até nós e nos permita ajudá-lo a legalizar e melhorar seu empreendimento de comércio eletrônico!

Leia também:

Conte com o apoio da Dumont Contabilidade para abrir e legalizar seu e-commerce

Se você está procurando começar seu próprio negócio de comércio eletrônico, veio ao lugar certo! Iniciar um negócio on-line pode ser fácil com o nosso apoio.

Conte com o nosso auxílio para Abrir sua empresa é fácil, seguro e rápido. A Dumont Contabilidade oferece apoio desde os primeiros momentos até o desenvolvimento da sua empresa. Entre em contato conosco hoje mesmo e saiba como podemos te auxiliar!

Tem dúvidas de como abrir sua empresa?

Fale com um Consultor por WhatsApp Agora!

Compartilhe

Assine nossa newsletter

Tem dúvidas de como abrir sua empresa?

Faça uma consultoria Gratuita com nossos especialistas!

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp